BB fecha primeiro trimestre com lucro de R$ 1,29 bi

Em doze meses, o banco fechou 116 agências e extinguiu 1.749 postos de trabalho

Entre janeiro e março de 2016, o lucro líquido ajustado do Banco do Brasil foi de R$ 1,29 bilhão, o que representou uma queda de 57,5% em relação ao mesmo período de 2015. A rentabilidade ajustada sobre o patrimônio líquido foi de 5,6%, com queda de 8,9 p.p. em doze meses. Considerados os efeitos extraordinários sobre o resultado, o lucro líquido do Banco alcançou R$ 2,36 bilhões no 1ºT16. Segundo o relatório do Banco, a queda no resultado foi impactada pela provisão relacionada ao segmento empresarial de óleo e gás.

Diante de um cenário de desaquecimento da economia, bancos públicos e privados mantiveram seus lucros e rentabilidade em patamares bastante elevados, porém decrescentes. Os cinco maiores bancos, Itaú, Bradesco, Santander, Caixa e agora, também o Banco do Brasil demonstram em seus balanços os primeiros reflexos da contração da atividade econômica.

Inadimplência

A inadimplência elevou-se 0,76 p.p. em 12 meses e chegou a 2,60%. As despesas com provisões somaram R$ 7,13 bilhões, com alta de 27,2% em 12 meses. A carteira de crédito ampliada totalizou R$ 775,6 bilhões, com alta de 2,3% em 12 meses. A carteira pessoa física somou R$ 195,3 bilhões (+7,3%), a de pessoa jurídica R$ 355,1 bilhões (-1,1%) e a de agronegócio R$ 179,5 bilhões (+9,8%).

Receitas e despesas

As receitas com serviços e tarifas foram de R$ 5,6 bilhões, com alta de 2,5%, enquanto as despesas com pessoal somaram R$ 5,8 bilhões (-2,6%), o que resultou num índice de cobertura de 101,4% em março de 2016.

Cortes de postos de trabalho

Nos últimos doze meses, o banco fechou 116 agências, totalizando 5.428 unidades. Essa redução decorreu de um processo de fusão de agências geralmente situadas muito próximas umas das outras.

A base de clientes somou 63,9 milhões, um incremento de 1,203 milhão clientes no período. Por outro lado, foram extintos 1.749 postos de trabalho nos últimos doze meses em decorrência da implementação de um plano de incentivo à aposentadoria. Com isso, o banco registrou 111.613 trabalhadores em 31 março de 2015. Dieese

Bancarios Joinville

A página do Sindicato dos Bancários de Joinville é um instrumento de informação, formação e interação com a categoria e a comunidade em geral.