Bancários de Joinville e região aprovam novo estatuto do Sindicato

Joinville – Os bancários de Joinville e região deram mais uma vez grande demonstração de democracia e reconhecimento da importância do seu papel junto ao seu Sindicato. A votação de um novo estatuto para a entidade, um documento moderno, consoante com os novos tempos, que visa a aproximação do Sindicato junto à categoria, foi debatido e aprovado nesta quinta-feira, dia 30/11 – um dia histórico em nossa base.

Os bancários presentes ouviram e quase em sua unanimidade definiram pela aprovação do novo estatuto, além de propor adequações que têm por principal objetivo fortalecer ainda mais a organização dos trabalhadores. O Sindicato vinha desde o dia 8 de novembro convidando a categoria à assembleia, com chamada em vídeo, publicação no Diário Oficial, no jornal da cidade, no informativo oficial do Bancários Joinville (levado pela diretoria em todas as agências e disponível para download no website) e em todas as suas redes sociais.

Com as palavras “Mudar para modernizar” e “Um novo Sindicato – um novo tempo para os Bancários”, o presidente da entidade, Valdemar Luz, abriu e encerrou os trabalhos. “Um dia histórico para a categoria”, disse à redação um bancário do Bradesco. “A mudança do estatuto é mais uma conquista da nova gestão do Sindicato”, disse um bancário do Banco do Brasil. “A trajetória da nova gestão é de democracia, luta e respeito pelos trabalhadores”, disse o presidente.


Acompanhe as principais mudanças:

AMPLIAÇÃO DA REPRESENTAÇÃO
No artigo 1 a proposta oficializa a inclusão dos Financiários e traz os Terceirizados em Serviços Bancários – excetuando vigilância e asseio e limpeza – para junto de nossas lutas.

COTA DE GÊNERO
O artigo 9 tem por objetivo reforçar a luta por igualdade de gênero, também no Sindicato. Assim, o estatuto passa a estabelecer a cota mínima de 30% para a composição da diretoria da entidade.

ATRIBUIÇÕES DA DIRETORIA EFETIVA
Entre os artigos 12 e 22 estão dispostas novas atribuições da Diretoria Efetiva, que visa dar ao Sindicato mais dinamismo, de forma que maior número de dirigentes estejam ainda mais próximos dos bancários.

ADEQUAÇÕES FINANCEIRAS
O artigo 75 prevê incluir nas fontes de custeio do Sindicato, como já acontece na maioria das outras entidades do país, bens e valores adquiridos e as rendas produzidas pelos mesmos, além de receitas advindas de pessoa jurídica constituída pelo Sindicato.

BANCÁRIO DESEMPREGADO
O artigo 5 garante ao bancário que for demitido o uso por um determinado período de seus benefícios de sócio, como convênios e demais atividades e promoções.

CONSELHO FISCAL
No artigo 23, agora os diretores do Conselho Fiscal tem mais liberdade e tempo para analisar as contas da instituição, pois seus encontros serão trimestrais, bem como a prestação de contas  à categoria (artigo 89) passa de novembro para abril.

ASSEMBLEIAS
Os capítulos dedicados às assembleias, originalmente apenas dois, passou para dez (artigos 33 à 42), detalhando e proporcionando mais segurança jurídica.

CONGRESSO BANCÁRIO
Do artigo 43 ao 52, cria-se o Congresso Bancário, um dos órgãos de deliberação da categoria. Neste congresso, discute-se prioritariamente a realidade da categoria em seu contexto político, econômico e social, bem como do programa de trabalho e de lutas para o mandato.



Redação Bancários Joinville

Bancarios Joinville

A página do Sindicato dos Bancários de Joinville é um instrumento de informação, formação e interação com a categoria e a comunidade em geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *