Cade vai julgar hoje compra do HSBC pelo Bradesco

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) marcou para esta quarta-feira 8 de junho, o julgamento, em plenário, da compra das operações do HSBC no Brasil pelo Bradesco. A informação consta da edição do “Diário Oficial da União”.

No início de abril, a superintendência do órgão de defesa da concorrência emitiu parecer recomendando a aprovação do negócio com restrições. Segundo o documento, o Bradesco teria de firmar Acordo em Controle de Concentrações (ACC) com medidas para facilitar a portabilidade de crédito e de salários, além da implementação de melhorias no atendimento aos clientes e nos índices de reclamação, entre outros pontos apresentados.

O Bradesco anunciou a aquisição do HSBC Brasil em agosto, por US$ 5,2 bilhões (R$ 17,8 bilhões, no câmbio da época). O Banco Central aprovou a operação no começo de janeiro.

O parecer do Cade não exigiu a venda de ativos. “Em uma análise estática, o percentual de market share representado pelo HSBC é baixo, considerando a doutrina e precedentes do Cade. O acréscimo de participação em termos de efeitos, unilaterais ou coordenados, é pequeno.

Entretanto, um mercado com problemas anticompetitivos nos níveis identificados, mesmo concentrações que a princípio podem ser consideradas pequenas, devem ser tomadas com grande cautela”, afirmava o órgão antitruste no documento emitido em abril. Valor Econômico

Bancarios Joinville

A página do Sindicato dos Bancários de Joinville é um instrumento de informação, formação e interação com a categoria e a comunidade em geral.