Metas abusivas – denuncie

Metas estipuladas de forma unilateral, impossíveis de serem alcançadas, que mudam a todo o momento sem respeitar especificidades do local de trabalho, sazonalidade do mercado ou mesmo oscilações da economia brasileira. Essa pressão excessiva por resultados em agências e concentrações bancárias é um dos principais fatores de adoecimento da categoria. Em média, todos os anos, 18 mil bancários são afastados das suas atividades profissionais por problemas de saúde.

“O bancário deve denunciar ao Sindicato se situações assim estiverem ocorrendo em sua agência”, diz Valdemar Luz, do Bancários Joinville. “Em nosso website, criamos um canal especial para denúncias, que é ligado diretamente a direção da entidade sindical”, conclui.

Conquista – Durante a Campanha Nacional 2015, os bancos tiveram de reconhecer que a pressão abusiva leva ao adoecimento. Assim, uma nova cláusula foi incorporada à Convenção Coletiva de Trabalho com objetivo de melhorar a rotina em agências e concentrações: a cláusula 57 – que funciona como complemento da cláusula 56 – trata do Protocolo para Prevenção de Conflitos no Ambiente de Trabalho, assinado entre bancos e sindicatos.

Denuncie – Para denunciar a cobrança por metas abusivas, o assédio moral, a sobrecarga de trabalho, e todos os demais fatores prejudiciais à saúde no ambiente de trabalho, o bancário deve procurar o Sindicato, pelo 3433-3022/23, ou ainda pelo canal de denúncias no website do Sindicato: [ clique aqui ]. O sigilo é garantido. SEEB-São Paulo edição SEEB-Joinville

Bancarios Joinville

A página do Sindicato dos Bancários de Joinville é um instrumento de informação, formação e interação com a categoria e a comunidade em geral.