Os trabalhadores tem motivos para comemorar o 1° de maio?

Nesta terça feira, 1º de maio, é comemorado em todo o Brasil, em na maioria dos países do mundo, o Dia do Trabalhador. Para muitos trabalhadores, é um dia de descanso merecido, para outros, é dia de refletir suas condições de trabalho, salário, relação com os patrões e reivindicar seus direitos de maneira organizada.

As datas significativas para os trabalhadores geralmente não nascem de um evento feliz da história, mas representam marcos da luta por melhorias.

A história do Dia do Trabalho remonta o ano de 1886 na industrializada cidade de Chicago (Estados Unidos). No dia 1º de maio deste ano, milhares de trabalhadores foram às ruas reivindicar melhores condições de trabalho, entre elas, a redução da jornada de trabalho de treze para oito horas diárias. Neste mesmo dia ocorreu nos Estados Unidos uma grande greve geral dos trabalhadores.

O Brasil vive um momento de aprofundamento da retirada de direitos, que exige ação permanente dos movimentos sindical e sociais e também ao embate frente ao acirrado cenário político no país. Daí a necessidade de aumentarmos a mobilização e a unidade de todos os trabalhadores e trabalhadoras para fortalecermos a resistência e lutarmos pela manutenção dos nossos direitos históricos.

Ao que parece, o dia 1º de maio continuará sendo um dia de sentimentos contraditórios para os trabalhadores brasileiros: enquanto uns dançarão ao som de milionários cantores populares, outros manterão vivo o sentimento que moveu os “Mártires de Chicago” – a indignação diante da injustiça – e irão para as ruas continuar a luta por uma vida melhor. FEEB – PR com edição Bancários Joinville

Bancarios Joinville

A página do Sindicato dos Bancários de Joinville é um instrumento de informação, formação e interação com a categoria e a comunidade em geral.