Dia Nacional de Combate ao Assédio Moral – 2 de Maio

Joinville – Hoje é dia 2 de maio – Dia Nacional de Combate ao Assédio Moral. Assédio moral é caracterizado por comportamentos abusivos ao qual os trabalhadores são expostos. Há 6 anos, os bancários têm em sua Convenção Coletiva de Trabalho uma importante ferramenta nesse combate que é a Cláusula 58. A categoria foi pioneira nesse processo, já que foi a primeira a ter um instrumento a favor dos trabalhadores.

Gestos, palavras, comportamentos, atitudes repetitivas contra a dignidade ou integridade psíquica ou física de uma pessoa, ou ameaças ao seu emprego e a degradação do clima no local de trabalho são características do assédio moral.

“Mas instituições financeiras o assédio se volta para a cobrança das metas abusivas. Só podemos caracterizar o assédio moral se essas cobranças forem permanentes, nesses casos, os trabalhadores devem procurar o sindicato para denunciar”, afirma Valdemar Luz, presidente do Bancários Joinville.

Quem sofre humilhações frequentes são acometidos por depressão, estresse, síndrome do pânico, entre outros. Porém, a qualquer sinal de transtornos, como perda de sono e apetite ou mudanças de comportamento, o trabalhador deve ficar alerta para possíveis evoluções de doenças que causam incapacidade laboral e até mesmo a morte.

“O trabalhador sente-se humilhado quando não bate as metas, já que seu trabalho conta no valor que os outros receberão. Assim, essa situação pode causar o isolamento do trabalhador bancário por seus pares. O responsável pelo não cumprimento da meta, na verdade é o banco, que impõe metas absurdas, e que tendem a aumentar todos os meses”, alerta Valdemar.

O Bancários Joinville disponibiliza a todos os bancários da sua base um canal para denúncias. Basta clicar aqui e de forma anônima, fazer sua denúncia. Redação Bancários Joinville

Bancarios Joinville

A página do Sindicato dos Bancários de Joinville é um instrumento de informação, formação e interação com a categoria e a comunidade em geral.