Sindicato cobra e Safra paga PLR no dia 14

O movimento sindical cobrou e o Safra comunicou que pagará a PLR no dia 14 de setembro. O comunicado veio após os bancários aprovarem em assembleias, realizadas em todo o Brasil, a proposta da Fenaban (federação dos bancos), que prevê reajuste de 5% nos salários, PLR e demais verbas (que corresponde à reposição da inflação mais 1,18% de aumento real), e que mantém todos os direitos previstos na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) dos bancários, inclusive a regra da PLR.

Assim, com o reajuste, a parcela fixa da regra básica da PLR passa a R$ 2.355,76 – lembrando que a esse montante é somado 90% do salário base –; e o teto da parcela adicional (distribuição linear de 2,2% do lucro líquido do banco) passa a R$ 4.711,52.

Na antecipação, os bancários recebem 60% da regra básica, ou seja, 54% do salário + R$ 1.413,46; e a parcela adicional: distribuição linear de 2,2% do lucro líquido do semestre, com teto de R$ 2.355,76.

Os bancários do Safra poderão ter ainda um acréscimo de 20% na segunda parcela, dependendo do resultado do final do ano.

O Bancários Joinville parabeniza os empregados do Safra, que hoje conta com mais de 7 mil trabalhadores, destacando que a instituição só consegue bons resultados devido ao empenho e à dedicação de cada um dos bancários.

Bancarios Joinville

A página do Sindicato dos Bancários de Joinville é um instrumento de informação, formação e interação com a categoria e a comunidade em geral.