Sindicato divulga datas de devolução da Contribuição Negocial

Joinville – A partir desta quinta-feira 8, o Bancários Joinville passa a devolver os valores da Contribuição Negocial da Campanha Salarial 2018/2020. Para os associados, a devolução será feita de forma automática. As transferências serão feitas também aos que solicitaram a devolução na Central de Atendimento do Sindicato.

A devolução, que começa pelas agências do Banco Pan, Banrisul, Banco Safra e Itaú, atingirá, gradativamente, todos os bancos e ocorre em colaboração com as agências e departamentos de relações sindicais, que informaram ao sindicato, por meio de relatórios, os valores descontados de cada funcionário. De posse destas informações, o crédito será feito direto na conta do bancário.

Dificuldades no Santander e Bradesco – atraso na Caixa

Há dificuldade apenas na aquisição das contas-corrente dos funcionários do Santander e Bradesco, o que deverá atrasar o repasse em alguns dias. A Caixa Federal informou que haverá atraso também:

“Retificamos a data de envio dos relatórios da Contribuição Negocial para até 30/11/2018. Esclarecemos que o relatório elaborado pela gerência pertinente ficou incompleto, pois não informa as Unidades de lotação dos empregados que tiveram o desconto. Sendo assim, está sendo complementado com essa informação. Pedimos desculpas pelo transtorno”, conforme email da GENER.

A direção da entidade sindical irá devolver a parte que lhe cabe (70%). Os outros 30% são divididos entre Federação, Confederação e Central Sindical, razão pela qual o Sindicato não pode fazer a devolução, mas ressalta que tal valor é importante, pois são estas entidades que promovem a luta nacional da classe trabalhadora, organizando as greves gerais, acompanhando o trâmite de projetos de lei danosos no Congresso Nacional, discutindo conceitos relacionados ao tema do trabalho na Organização Internacional do Trabalho (OIT) e universidades, dentre outras articulações fundamentais aos bancários.

Diversos sócios não querem a devolução: “precisamos de luta”

Um número enorme de bancários que já são associados, solicitaram a não devolução:

“Considerando a eficácia da sua gestão, no engajamento nas militâncias do sindicado e manutenção de equipe para compor time alinhado é realmente interessado nas causas do sindicado (não utilizando o sindicado em benefício próprio). Abro mão da minha contribuição negocial. A situação política atual, a tentativa arbitrária do governo em beneficiar os grandes empresários enfraquecendo a atividade sindical tem me preocupado muito. Não consigo pensar em outra medida, se não financeira para ajudar o sindicato”, escreveu um bancário do Bradesco para o presidente da entidade.

“Prezados, autorizo o débito da minha contribuição ao Sindicato. Não precisam me devolver. Precisamos de alguém lutando pela classe”, foi um email enviado para o Sindicato de um colega do Banco do Brasil, dentre tantos outros.

“Os bancários estão entendendo que o Sindicato é novo, que nosso sindicalismo é diferente, que aqui se trabalha e se trabalha para valer, que não temos amarras nem compromisso com ninguém que não seja o nosso bancário”, assevera o presidente do Sindicato, Valdemar Luz. “Somos pautados pela ética, pelo jogo aberto, transparência e diálogo franco com a categoria. Aqui não tem enganação, aqui não tem tapinha nas costas. Assim é o novo Sindicato dos Bancários, e queremos você em nossas fileiras”, conclui Luz. Redação Bancários Joinville

Bancarios Joinville

A página do Sindicato dos Bancários de Joinville é um instrumento de informação, formação e interação com a categoria e a comunidade em geral.