Lucro do Banco do Brasil sobe 20,3% para R$ 4,625 bi no 4° trimestre

Brasília – O Banco do Brasil (BB) obteve lucro líquido ajustado de R$ 4,625 bilhões no quarto trimestre, resultado 20,3% superior ao obtido pela instituição no mesmo período do ano anterior. Ante o terceiro trimestre, o crescimento foi de 1,8%.

O resultado do BB ficou levemente acima da previsão dos analistas ouvidos pelo Valor, de R$ 4,576 bilhões no período.

O lucro líquido contábil somou R$ 5,694 bilhões no quarto trimestre, alta anual de 49,7%.

No ano fechado de 2019, o BB teve lucro ajustado de R$ 17,848 bilhões, com crescimento de 32,1%.

A margem financeira bruta cresceu 11,6% na comparação anual, para R$ 14,024 bilhões no quarto trimestre. Na margem, avançou 5,8%. Enquanto isso, as despesas com provisões para créditos de liquidação duvidosa (PDD) atingiram R$ 2,999 bilhões, com queda de 5,3% no ano e baixa de 9,6% no trimestre.

As rendas de tarifa aumentaram 3,8% no ano, a R$ 7,508 bilhões no trimestre encerrado em dezembro. As despesas administrativas totalizaram R$ 8,611 bilhões, uma alta de 8,7%.

O BB gerou retorno sobre o patrimônio líquido (mercado) de 17,7% no quarto trimestre, de 18,0% no terceiro trimestre e 15,4% no mesmo período do ano anterior. Valor Investe

Bancarios Joinville

A página do Sindicato dos Bancários de Joinville é um instrumento de informação, formação e interação com a categoria e a comunidade em geral.