Comunicado URGENTE aos Superintendentes Regionais de Joinville e região

Comunicado URGENTE aos Superintendentes Regionais Bancários e Financiários de Joinville, Garuva, Itapoá, São Francisco do Sul, Araquari, Balneário de Barra do Sul e Barra Velha

Esta entidade sindical tem conhecimento de que, apesar da situação de emergência sanitária do coronavírus decretada pelas autoridades locais e nacionais, V.Sas. tem ordenado aos seus subordinados das agências de Joinville e região que convoquem todos os funcionários, indistintamente, ao trabalho nas agências.

Temos conhecimento ainda que as medidas de prevenção, apesar de comunicadas aos empregados, não têm sido aplicadas de maneira efetiva, e são insuficientes. Temos agências sem limpeza, os funcionários tem dificuldades com restaurantes e boa parte deles com transportes, as mães com filhos em idade escolar estão com problemas ainda piores, existem postos de atendimento em empresas com milhares de pessoas e até hospitais.

Por isso, alertamos:

a) Fazer cumprir o Decreto Estadual 515/2020, que estabelece o fechamento compulsório de serviços públicos e privados não essenciais é Lei. Como é notório, o referido decreto tem como objetivo conter o avanço da pandemia de COVID-19 no Estado de Santa Catarina, e preservar a saúde da população catarinense.

b) Nesse sentido, todos os serviços não mencionados no art. 2º, §1º e 2º do Decreto 515/2020, entre eles as agências bancárias, devem ser temporariamente suspensos.

c) O Sindicato dos Bancários entende que a convocação de todos os funcionários indistintamente para se apresentarem em seus postos de trabalho como tem sido feito, quando deveriam permanecer em confinamento com o objetivo de evitar a propagação do virus e frear o desenvolvimento da pandemia que se avizinha é uma flagrante desobediência ao Decreto 515/2020 do Governo do Estado de Santa Catarina , e coloca em risco a saúde de todos os bancários envolvidos, além da população em geral.

d) Exigir que os funcionários se desloquem ao trabalho quando sua presença não é necessária significa expô-los a um risco desnecessário de contaminação pelo COVID-19. Mais do que isso, considerando a facilidade de propagação do vírus, sugerir a abertura das agências bancárias , que sabidamente são locais de alta concentração de pessoas, é uma imposição que ameaça a saúde de toda a população catarinense e brasileira.

e) Que seja respeitado o cumprimento do decreto 515/2020, determinando o fechamento imediato das agencias e quando muito, a utilização apenas de equipe essencial para realização das tarefas de rotina básica diária indispensável, sem atendimento externo, sem qualquer aglomeração de pessoas, com liberação de todos os demais empregados.

f) Menos meta, mais saúde.

g) Diante da urgência da situação, em que a doença progride geometricamente e quando todas as orientações das autoridades se voltam à necessidade de contenção imediata para evitar mortes e o colapso do sistema público de saúde, aguardamos a adoção das medidas ora reivindicadas até o fim do presente dia 20/03/2020, com relatório por escrito, sob pena de adoção das medidas judiciais, extrajudiciais e administrativas cabíveis.

Joinville/SC, 20 de março de 2020.
Valdemar Bruno da Luz Filho
Presidente

(Este é um resumo de um documento mais completo que está sendo enviado a todos os bancos)

Bancarios Joinville

A página do Sindicato dos Bancários de Joinville é um instrumento de informação, formação e interação com a categoria e a comunidade em geral.