Fim do home office só após negociação com movimento sindical

São Paulo – Em negociação com a Fenaban, nesta terça-feira 28, os bancos se comprometeram a que os bancários em regime de home office não retornem ao trabalho presencial sem negociação prévia com o movimento sindical.

Na negociação desta terça-feira também foi cobrada a não aplicação das Medidas Provisórias 927 e 936 e outras eventuais medidas provisórias sem negociação com o movimento sindical, principalmente com relação à aplicação do banco de horas e à diminuição da jornada de trabalho com redução salarial.

Os bancos se comprometeram a continuar as negociações e a apresentar uma proposta na mesa da Fenaban que irá contemplar as questões do teletrabalho, do banco de horas e das férias durante o período que durar a pandemia de covid-19.

Também foi cobrado dos bancos a questão da ultratividade da Convenção Coletiva de Trabalho.

Ultratividade é o princípio que garante a validade das cláusulas de um acordo ou convenção coletiva até sua renovação. Dia 31 de agosto é o término da data de validade da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) dos bancários, o que coloca em risco todos os direitos da categoria diante do fim da ultratividade, determinado pela lei trabalhista 13.467.

Os banqueiros ainda não têm resposta para esta demanda, mas se comprometeram a debatê-la e a dar uma reposta aos trabalhadores. SEEB-SP

Bancarios Joinville

A página do Sindicato dos Bancários de Joinville é um instrumento de informação, formação e interação com a categoria e a comunidade em geral.