Campanha Salarial: Mesa de negociações com o Banco do Brasil

São Paulo – Com a participação de representantes de todas as Federações de bancários filiadas, a partir das 10 horas desta quarta-feira 12, os representantes dos trabalhadores realizaram – via remota/virtual –, a terceira reunião desta campanha salarial com a Comissão de Negociação do Banco do Brasil, para continuidade dos debates das reivindicações dos funcionários, com vistas à manutenção do ACT vigente e acréscimo de benefícios, para melhoria da qualidade de vida e do bom atendimento da sociedade brasileira.

Na reunião foram debatidos os seguintes temas:

  • Procedimentos em caso de assalto, sequestro e explosão de caixas, havendo o banco se manifestado pela manutenção da cláusula, nos termos do ACT vigente;
  • Proibição da guarda das chaves e acionadores de alarmes, tendo o banco negado nosso pedido. Ficamos de voltar a discutir o tema;
  • Licença Adoção, que o banco informou pretender renovar;
  • Licença para acompanhar pessoa enferma da família – LAPEF, que o banco informou pretender renovar, ficando ainda de nos disponibilizar apresentação sobre o tema;
  • PAS Adiantamento, havendo o banco concordou em renovar;
  • PAS Auxílio, tendo o banco se manifestado pela renovação;
  • Ampliação da Licença Paternidade, que o banco concordou em renovar;
  • Caixa-executivo – vantagem em caráter pessoal para portadores e lesão por esforço repetitivo (VCP/LER), tendo o banco concordado com a renovação e o acréscimo da expressão DORT;
  • Horário para amamentação, havendo o banco registrado que concorda com a renovação;
  • Complementação de auxílio-doença previdenciário e acidentário, que o banco informou pretender reduzir para 12 meses o prazo inicial para submissão do funcionário licenciado para exame médico junto à CASSI ou médico credenciado. Vamos insistir na manutenção do prazo inicial de 18 meses;
  • Horário de repouso e de trabalho em atividades repetitivas, tendo o banco informado que pretende acompanhar a FENABAN, com vistas à exclusão do direito para os funcionários que trabalham no autoatendimento. Vamos voltar a discutir, objetivando a manutenção do direito para os funcionários que trabalham no autoatendimento;
  • Acesso e locomoção de pessoas com deficiência, que o banco concordou em renovar; e,
  • Perda de comissão por afastamento de licença saúde por mais de 180 dias, havendo o banco negado nosso pedido de exclusão da possibilidade de os gestores solicitarem a antecipação do descomissionamento. Vamos voltar a insistir.

A próxima reunião restou pré-agendada para o próximo dia 17/08, a partir das 10 horas.

Confira as negociações até o presente momento (12/08)

• Dia 04/08 – FENABAN: Teletrabalho, Ultratividade, Garantia de emprego, Comissões temáticas

• Dia 05/08 – BANCO DO BRASIL: Teletrabalho

• Dia 06/08 – FENABAN: Emprego

• Dia 07/08 – BANCO DO BRASIL: Emprego

• Dia 07/08 – CAIXA FEDERAL: Teletrabalho

• Dia 11/08 – FENABAN: Saúde e Condições de trabalho

• Dia 12/08 – CAIXA FEDERAL: Saúde e Segurança

• Dia 12/08 – BANCO DO BRASIL: Saúde e Segurança

• Dia 13/08 – FENABAN: Igualdade

• Dia 14/08 – FENABAN: Cláusulas Sociais

• Dia 17/08 – BANCO DO BRASIL

• Dia 17/08 – CAIXA FEDERAL: Igualdade e Cláusulas Sociais

• Dia 18/08 – FENABAN: Cláusulas Econômicas

• Dia 19/08 – CAIXA FEDERAL: Cláusulas Sociais

• Dia 20/08

• Dia 21/08

• Dia 25/08

• Dia 26/08

• Dia 27/08

• Dia 28/08

As datas sem temas definidos serão para discussão de outros assuntos e de pontos pendentes das mesas anteriores. Por conta da pandemia do novo coronavírus, as negociações serão feitas por videoconferência.

Entre as principais reivindicações da categoria para 2020 estão: reposição da inflação mais aumento real de 5%; PLR de três salários mais parcela fixa de R$ 10.742,91; manutenção de todas as cláusulas da CCT; e cláusula nova garantindo direitos no regime de home office.

Bancarios Joinville

A página do Sindicato dos Bancários de Joinville é um instrumento de informação, formação e interação com a categoria e a comunidade em geral.