“Apontamento de Condutas” por PQV é terror na Caixa Federal; Denuncie!

Joinville – O movimento sindical tem recebido denúncias de empregados que teriam recebido o chamado “apontamento de condutas”, instrumento utilizado para aplicar o descomissionamento sem direito à incorporação em decorrência de “falhas comportamentais” ou “baixo desempenho” previstos no normativo CR 444, que trata do chamado Programa de Incentivo às Práticas de Vendas Qualificadas (PQV).

Quando a gestão Pedro Guimarães publicou o PQV, a Apcef/SP alertou para os riscos de sua aplicação, conforme avaliação da assessoria jurídica da entidade, e os representantes dos empregados na mesa de negociação reivindicaram sua revogação.

“Desde o início, era evidente que a aplicação do instrumento poderia ocorrer de forma persecutória e arbitrária, e por isso reivindicamos sua suspensão. Os relatos que estamos recebendo confirmam esta previsão, já que os empregados estão sofrendo apontamentos sem ter a possibilidade de apresentar defesa”, explicou o diretor-presidente da Apcef/SP, Leonardo Quadros. “As condutas indicadas como ‘falhas comportamentais’ são absurdas e o seu julgamento, completamente subjetivo. Como é possível que o empregado se mantenha de bom humor o tempo todo? Ou nunca gere reclamações se as causas delas vem do sucateamemto imposto pela própria empresa?”, completou Leonardo Quadros.

Conforme as denúncias recebidas, está sendo determinada a aplicação do chamado “apontamento de condutas”, que substituiu o MO de descomissionamento por justo motivo, e não está sendo oferecido aos empregados a oportunidade de apresentar esclarecimentos ou defesa. “O prejuízo é enorme. O descomissionamento por justo motivo não dá direito à incorporação de função, que foi mantida graças à ação judicial das entidades”, explicou o dirigente da Apcef/SP André Sardão.

Em Joinville e região

Caso o trabalhador sofra qualquer tipo de pressão para efetuar operações irregulares com a finalidade de bater metas, ele deve denunciar imediatamente ao Sindicato através da Central de Atendimento (47 99723-2128) ou pelo canal de denúncias de assédio moral, [ clicando aqui ] ou diretamente a um dirigente sindical.

Bancarios Joinville

A página do Sindicato dos Bancários de Joinville é um instrumento de informação, formação e interação com a categoria e a comunidade em geral.