Incentivo a aposentadoria vira caça às bruxas no BB

Se o clima já era tenso entre os funcionários do Banco do Brasil, piorou ainda mais na tarde da terça-feira 6 quando os trabalhadores foram surpreendidos com uma nova alteração no Programa Extraordinário de Incentivo a Aposentadoria (PEAI).

Na toada de desrespeito aos trabalhadores, a direção da instituição financeira ampliou o público alvo do PEAI, que passa a ser estendido aos funcionários que tenham mais de cinco anos de contribuição ao PrevMais – plano de complemento à aposentadoria ligado ao Economus.

Até então só poderia aderir quem atendesse às seguintes premissas: estar aposentado ou ter condições de requerer o benefício pelo INSS até 31 de dezembro ou as condições dos fundos de pensão como a Previ e o Economus (nesse caso o prazo mínimo de contribuição era de 15 anos).

“Foi criado um verdadeiro ‘caça às bruxas’, com alguns gestores assediando moralmente subordinados. Não está sendo respeitado um momento tão delicado para a vida de uma pessoa, pois uma decisão como essa mexerá com seu futuro e de seus familiares. Além disso, esse divisionismo só interessa ao banco que sairá fortalecido para abrir novos pacotes de maldades”, critica a diretora do Sindicato de São Paulo Adriana Ferreira.

O prazo para aderir ao PEAI termina em 9 de dezembro.

Após contato, a direção do BB informou nesta terça que a mudança foi provocada devido a alguns funcionários terem solicitado a inclusão no PEAI.

O PEAI foi anunciado pelo banco em 20 de novembro e o objetivo é atingir 18 mil funcionários. Na mesma data foi também divulgado o fechamento de mais de 400 agências e diversos departamentos. Seeb São Paulo

Bancarios Joinville

A página do Sindicato dos Bancários de Joinville é um instrumento de informação, formação e interação com a categoria e a comunidade em geral.