Reorganização do Banco do Brasil S/A

A Comissão Executiva Bancária Nacional de Negociação (CEBNN/CONTEC) reuniu-se nesta quarta-feira (22) com a Comissão de Negociação do Banco do Brasil S.A para tratar dos reflexos da reorganização.

Diante da insistência da Contec na solução dos problemas gerados pelo fechamento de unidades e/ou redução de suas estruturas, a direção do Banco concordou em manter até 31/05/2017, as gratificações dos caixas que perderam as funções, o que deve beneficiar cerca de 750 colegas.

Também por persistência da Contec, os funcionários que ficaram em VCP estarão sujeitos à jornada de 6 (seis) horas, como já noticiado pelo Banco no último dia 15, beneficiando cerca de 2.870 colegas.

O funcionário, que tenha deixado de optar pelo VCP em razão da exigência de jornada de 8 (oito) horas, poderá fazê-lo, requerendo o mencionado benefício.

Em razão de preocupação levada ao Banco de colegas com desequilíbrio financeiro decorrente de descomissionamento em face da reorganização implementada pela empresa, o Banco informou que está alterando as normas para possibilitar o acesso desses colegas ao PAS.

A CONTEC continua insistindo na aplicação administrativa da Súmula 372 do C. TST (incorporação da remuneração para quem exerce cargo há 10 anos ou mais) e na extensão do VCP pelo período mínimo de 12 meses, objetos do Ofício Contec 0730/2016, de 29/11/2016, bem como na extensão do VCP pelo mesmo período para os caixas, no preenchimento das vagas e na melhoria das condições de trabalho deterioradas em razão dos fechamentos e/ou redução de unidades.   Diretoria Executiva da CONTEC

Bancarios Joinville

A página do Sindicato dos Bancários de Joinville é um instrumento de informação, formação e interação com a categoria e a comunidade em geral.