Licença-Paternidade

Os bancários conquistaram na CCT 2016-2018 direito à licença-paternidade de 20 dias, um dos dispositivos da lei 13.257 que criou a Política Nacional Integrada para a Primeira Infância, sancionada pela Presidência da República.

Solicitação – Para solicitar a licença-paternidade de 20 dias, o bancário terá de fazer requisição por escrito em até dois dias úteis após o parto, apresentando documento que comprove participação em programa ou atividade de orientação sobre paternidade responsável.

Programa de orientação – O Bancários Joinville indica como possibilidade para cumprir a exigência da atividade sobre paternidade responsável o curso online “Pai presente: Cuidado e Compromisso”, desenvolvido e certificado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), em parceria com o Ministério da Saúde.

Para fazer a inscrição clique aqui. O curso online dura 12 horas.

A licença-paternidade de 20 dias também se aplica nos casos de adoção. Bancários Joinville