Bancários Joinville no Seminário da Fetiesc em Itapema

Itapema – Aconteceu nesta quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018, o evento que teve como tema: Reflexos da Reforma Trabalhista e Previdenciária na vida sindical. Durante os últimos anos a Fetiesc trouxe em sua pauta, com mais ênfase, diversos debates acerca da conjuntura política e sindical do país. Em encontros, palestras, estudos e eventos realizados pela entidade sempre teve espaço importante para o debate diante desta realidade que todos os brasileiros vivem.

Este evento é mais um alerta aos sindicalistas e a classe trabalhadora, de que é importante a união para lutar contra a perda de direitos de todos os brasileiros que lutam diariamente para ganhar um salário, que na maioria dos casos não paga as contas básicas para a sua sobrevivência. Nesta manhã, a programação do encontro contou com a presença do Economista e Diretor Nacional do Dieese Clemente Ganz Lucio, do Deputado Federal Pedro Uczai que relatou sobre a realidade vivida dentro da Câmara dos Deputados, o Advogado especialista em Previdência Social Dr. Matusalém dos Santos que explanou sobre a Reforma Previdenciária.

O Economista e Diretor Nacional do Dieese Clemente Ganz Lucio enfatizou em sua fala sobre a Conjuntura Política e Desafios do Movimento Sindical de que estamos vivendo o ápice da destruição do sindicato, e comenta que é preciso que os sindicatos foquem em alguns pontos “os sindicatos precisam recuperar o sentido associativo e reorganizar a infraestrutura. É preciso que os trabalhadores não se vejam como indivíduos, mas como uma classe e assim se organizem para lutar pelas mesmas bandeiras”. Para Clemente existe uma reforma sindical dentro da reforma trabalhista, “vejam que a reforma trabalhista dá o “poder” de negociação individual e cria a falsa ideia de que sozinho é possível obter melhores resultados, desta forma as pessoas não veem mais o sindicato como uma ferramenta para a negociação e se desfiliam enfraquecendo as entidades” finaliza.

O Advogado especialista em Reforma da Previdência Dr. Matusalem dos Santos falou brevemente sobre (PEC 287/16) que trata da Reforma da Previdência. Para Matusalém o governo investiu pesado na campanha e fez com que a população acreditasse que a reforma é necessária e benéfica, mas acredita que ela não atinja a quantidade de votos necessários para ser aprovada.

O Deputado Federal Pedro Uczai finalizou as palestras no período da manhã, Pedro falou sobre a Câmara dos Deputados e o jogo de forças. Afirma o deputado: Precisamos ter claro quem são nossos inimigos! Que são os grandes banqueiros e as corporações empresariais, “a reforma trabalhista é a síntese da qualidade total das novas formas de exploração capitalista na sociedade atual, coordenadas pelos grandes bancos e complexos industriais”. E fez um alerta aos trabalhadores “é preciso reagir e resistir, temos que pressionar os políticos para que aprovem leis que melhorem o país, não podemos aceitar retrocessos como o congelamento de investimentos com saúde e educação por 20 anos, a terceirização, a reforma trabalhista e previdenciária”. Pedro ainda comenta que os brasileiros estão sofrendo várias derrotas e que há um golpe atrás do outro e que esse quadro mudará apenas se houver mobilização e pressão da sociedade.

O Desembargador do TRT/SC Dr. Amarildo Carlos de Lima, o Desembargador do TRT/RS Dr. Marcelo José Ferlin D’Ambros e o Advogado Trabalhista Dr. Divaldo Luiz de Amorim trataram da Reforma Trabalhista: Teses da Anamatra e Jurisprudências do TST. Após uma tarde com conteúdo enriquecedor e de muitos debates com dos Excelentíssimos Desembargadores e com o Dr. Divaldo, os mais de 100 participantes elogiaram a forma clara e rica do conteúdo que foi exposto. Estas palestras são encaminhamentos realizados no Seminário sobre os Impactos, Consequências e Desafios sobre o Sindicalismo e a Vida dos Trabalhadores e Trabalhadoras que aconteceu nos dias 21 a 23 de agosto de 2017 na Fetiesc, em Itapema. Fetiesc com edição Bancários Joinville

Bancarios Joinville

A página do Sindicato dos Bancários de Joinville é um instrumento de informação, formação e interação com a categoria e a comunidade em geral.