Governo Temer adia para julho reforma da aposentadoria

Com dificuldades para chegar a um acordo sobre temas como idade mínima e igualdade entre homem e mulher, o grupo marcou uma nova reunião para o dia 23 de junho e o Planalto estima que uma proposta final deve ficar pronta somente no próximo mês.

O principal ponto de divergência entre o governo e as centrais é a possibilidade de mudanças afetarem atuais contribuintes do sistema previdenciário.

Na reunião desta segunda (13), o governo concordou em incluir na reforma a alienação de imóveis da Previdência Social e a criação de refis para a cobrança de dívidas ativas, sugeridas pelas centrais.

JOGOS LIBERADOS
O governo federal também demonstrou disposição em apoiar projeto de lei no Congresso que legaliza os jogos de azar no país, o que arrecadaria R$ 15 bilhões por ano.

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, disse que a medida criaria “fonte permanente de arrecadação” para a Previdência Social.
Segundo o assessor-chefe da Casa Civil, Marcelo Siqueira, no entanto, ainda restará um deficit anual de mais de R$ 50 bilhões. Para este ano, o governo federal estima deficit total da área de R$ 136 bilhões. Folha.com

Bancarios Joinville

A página do Sindicato dos Bancários de Joinville é um instrumento de informação, formação e interação com a categoria e a comunidade em geral.