Funcef solicita à Previc adiamento para equacionamento do déficit de 2015

A informação foi dada pelo presidente da Fundação, Carlo Antônio Vieira, Posicionamento do órgão regulador será avaliado por um grupo de estudo formado pelo fundo de pensão

Em reunião nesta sexta-feira (20), o presidente da Funcef, Carlos Antônio Vieira, informou que propôs à Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) o adiamento de 60 dias no prazo de aprovação do plano de equacionamento referente ao déficit de 2015.

Na ocasião, o presidente do fundo de pensão dos empregados da Caixa Econômica Federal também informou que, em até duas semanas, um grupo de estudo fornecerá informações em resposta ao posicionamento emitido pelo órgão regulador sobre a proporcionalidade das contribuições extraordinárias. O início do equacionamento foi originalmente previsto para fevereiro deste ano.

Na última quarta-feira (18), por meio de nota, a Funcef informou aos participantes que “sob nenhuma hipótese a Caixa deixará de participar do equacionamento dos déficits”. Em nota, a Fundação também afirmou que solicitou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) no qual será definido o cronograma de elaboração e aprovação do plano de equacionamento a ser executado neste ano. Fenae

Bancarios Joinville

A página do Sindicato dos Bancários de Joinville é um instrumento de informação, formação e interação com a categoria e a comunidade em geral.